Preparação para corridas de obstáculos: 10 Passos

Corrida de obstáculos é um esporte relativamente novo, em nosso país. Exatamente por isso, grande parte das pessoas que se inscrevem para um evento como esse estão experimentando pela primeira vez a sensação de desafio e superação que proporciona. Então, para você que é marinheiro de primeira viagem ou até para quem já tem alguma experiência, separamos estas dicas de preparação para corridas de obstáculos.

As informações abaixo seguem uma ordem cronológica, partindo do momento da decisão de se inscrever até o momento da corrida. Então bora lá, que quanto antes você começar, melhor.

1. Antes de se inscrever: Você consegue!

O frio na barriga é algo que acompanha o iniciante desde a inscrição até a linha de chegada. E o primeiro momento é quando ele fica sabendo do evento e está em dúvida se consegue ou se é areia de mais pro caminhãozinho enferrujado.

Eu acredito que todo mundo que pratica atividades físicas de forma regular e não tem algum problema médico que o impossibilite, é capaz de vencer o desafio. Para tranquilizar os mais ansiosos, o tempo médio de conclusão de uma corrida média (em torno de 5km) fica em torno de 1h a 1h30. Os atletas mais rápidos podem finalizar em menos de 30 minutos. Mas é normal que algumas pessoas levem até mais de 2h. Boa parte do percurso pode ser feito caminhando. E se você seguir nossas dicas de preparação para corridas de obstáculos, não tem erro.

Outras informações importantes que servem de incentivo:

  • Corridas de obstáculos tem um clima de cooperação. Normalmente as pessoas se ajudam a superar os obstáculos.
  • Quase todas as corridas tem categorias de elite e para diversão. Comece se inscrevendo por diversão. Esse não é um esporte competitivo, mas sim cooperativo. Até atletas avançados se inscrevem por diversão para ajudar companheiros de corrida.
  • Se você não conseguir concluir um obstáculo, pode apenas pagar punição e seguir em frente. Não que a punição seja fácil, mas todos conseguem fazer, mesmo que demore.

[adrotate banner=”1″]

 

2. Inscrição: Aproveite as promoções

Todas as corridas de obstáculos que conheço tem algum tipo de promoção para se inscrever com descontos ou ganhar algum brinde. Quase todos esses descontos dependem de antecipação. Então procure se informar e se antecipar.

As promoções mais comuns são as seguinte:

  • Desconto para lotes antecipados: Nesse caso, você vai pagar menos por se inscrever antes.
  • Desconto para academias e assessorias: Uma das parcerias mais valiosas para a organização do evento é com academias/assessorias. Isso porque costumam formar grandes grupos e treinar atletas para o evento. Por isso, é muito comum existir um desconto considerável para quem se inscreve pela academia/assessoria. Se o local onde você treina não tem parceria ainda, sugira ao seu instrutor.
  • Desconto para grupos: Isso é bem óbvio. Se inscrever como grupo dá descontos, pois garante à organização um número maior de atletas pagantes. Por isso, tente reunir seus amigos e inscrever todos juntos.
  • Brinde para inscrições antecipadas: Algumas corridas dão brindes no início da inscrição. Isso porque quanto antes o evento atingir um bom número de inscritos, mais garantido o sucesso. Acompanhe as redes sociais da corrida que você quer participar e veja se surge alguma promoção.

3. Treino: Seja específico e envolva um profissional

Se você decidiu participar de uma corrida de obstáculos, comece a treinar imediatamente. Deixe todas as desculpas de lado e comece a suar. Treine forte e com vontade. Essa é uma oportunidade de usar o evento como motivação para evoluir.

Caso você já treine com consistência, considere algumas adaptações específicas para a corrida. Envolva seu instrutor. Converse com ele, explique a respeito da corrida, leve informações sobre os obstáculos e fale sobre seus pontos fracos e preocupações. Dessa forma, o profissional será muito mais capaz de lhe ajudar na preparação para corridas de obstáculos.

4. Viagem: Deixe tudo pronto

Se sua corrida de obstáculos é em outra cidade (ou até outro estado), comece a se programar cedo. Veja como você vai chegar no local. Se é de carro, avião, taxi, moto, asa delta, bote… Apenas veja como fazer.

Se antecipe com passagens de avião e hospedagem, se necessário. Se informe sobre o translado na cidade. Parte importante da preparação para corridas de obstáculos é evitar estresse de última hora.

5. Reta fina: O que fazer na semana da corrida

Seu instrutor poderá sugerir melhor, mas a regra geral é: alivie nos treinos. Não pare, mas reduza o ritmo. Concentre-se em garantir uma viagem melhor e fique por dentro das informações que a organização irá enviar.

É durante a última semana que a organização irá enviar as principais informações. A organização irá escolher canais por onde irá atender a maioria dos atletas, mas é muito difícil conseguir avisar todos sobre tudo. O fato é que se o atleta não tem interesse em ser informado, esse trabalho se torna quase impossível.

Por isso é de suma importância que você procure os canais de comunicação e fique atento. Olhe seus e-mails, veja se o evento está no Facebook e confirme sua participação (isso irá fazer com que o Facebook envie notificações sempre que algo for postado no evento), veja os vídeos que a organização lançar, enfim, não durma no ponto.

Lembre de revisar o caminho até o local do evento, conferir onde será a retirada de kits, veja os horários e leia o regulamento. Se a organização enviar o mapa da corrida, estude e tente se preparar psicologicamente. Na preparação para corridas de obstáculos, se informar é dever de casa.

6. Retirada de kits: Se antecipe

Nunca participei de uma corrida com mais de 500 atletas onde não tenha ouvido alguém reclamar sobre a retirada de kits. A verdade é que é uma das logísticas mais complicadas na organização de eventos. O principal motivo disso é que na retirada de kits no dia do evento, parece que todos os atletas combinam de chegar na mesma hora. A retirada pode iniciar 3 horas antes, mas uma grande onda de 300 inscritos decide chegar ao mesmo tempo, meia hora antes da prova e querem retirar em 5 minutos.

Como organizador de eventos, eu acredito que é possível fazer um processo eficiente. Mas para garantir o seu lado, procure retirar o kit antes do dia da prova. É comum que a retirada aconteça um dia antes do evento em alguma loja. Essa é a melhor oportunidade de você ficar mais tranquilo e poupar estresse. Se você não pode retirar antes, chegue bem cedo. Se possível, na hora de abertura da retirada de kits.

7. Antes de sair de casa: Alimentação e hidratação

Aqui valem alguns “nãos”:

  • Não deixe para se alimentar em cima da hora. Correr de barriga cheia é uma receita para chamar o Hugo no meio do caminho. Procure comer com cerca de 2 horas de antecedência.
  • Não vá para a prova em jejum. Sua pressão pode cair e você pode passar mal.
  • Não vá desidratado. Beba bastante água no dia anterior e antes de correr.
  • Não encha a barrida de água antes da largada.
  • Evite carne no dia anterior à corrida, pois é um alimento que demora muito para ser digerido e você ainda pode estar estufado durante a prova.

Agora um “sim”, importante: coma comidas leves que dão energia, como frutas a carboidratos simples. Na dúvida, consulte um nutricionista.

8. Ida ao evento: Chegue com tempo

Chegue com tempo e tranquilidade. Saia de casa com folga. Se sua largada é as 9 horas, planeje chegar com no mínimo uma hora de antecedência. Se você não tem o kit e chip de cronometragem ainda, triplique esse tempo. Aproveite o tempo vago para ir ao banheiro, olhar o percurso, relaxar, aquecer ou aproveitar a lojinha do patrocinador. A regra é evitar o estresse.

Lembre: o frio na barriga vai estar batendo forte. O que ajudar a relaxar, é de grande valia.

9. Largada: O momento da verdade

Esse é o auge da ansiedade. O instante na linha de largada, é de pura adrenalina. Seu corpo vai estar tenso, a respiração, pesada, o coração, batendo rápido.

Lembre de respirar. Tente se acalmar. Entre no clima e tente aproveitar o momento. É para isso que você cuidou esse tempo todo na preparação para corridas de obstáculos. Essa é sua hora.

10. Larguei. E agora?

Se você não é um atleta de ponta, evite o impulso de largar na frente. Se você dar tudo de si no começo, vai ter mais dificuldade para conseguir força depois. Poupe energia e vá aumentando seu ritmo conforme a corrida evolui.

No mais, aproveite e dê tudo de si. Ao atingir a linha de chegada, você vai ver que tudo valeu a pena.

 


Gostou deste artigo? Deixe seus comentários.

E lembre-se, a palavra para a preparação para corridas de obstáculos é ANTECIPAÇÃO.

 

Anderson Lange

Especializado em marketing digital, com cursos em marketing esportivo pela ESPM, trabalho com marketing desde os 17 anos. Já fui designer, diretor criativo de agências, planejamento, coordenador e consultor de marketing para diversas empresas. Hoje sou sócio e diretor da PódioMkt. Uma agência especializada em marketing para eventos esportivos.

Um comentário em “Preparação para corridas de obstáculos: 10 Passos

  • 7 de Abril de 2018 em 13:28
    Permalink

    Poderia me deixar inforado sobre novas corridas de obstaculos por favor quero muito fazer uma experiencia

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *