Como começar em corridas de rua

Quando lançamos o blog, nos perguntamos quais tópicos deveríamos cobrir primeiro. As respostas variaram desde modalidades de corrida a orientação para comprar o melhor equipamentos a preços baixos, mas o que veio com mais força foi compartilhar dicas sobre como começar.

Corrida de rua já é um dos esportes mais praticados em nosso país, mas mesmo assim o crescimento no número de praticantes é constante. Por isso, sempre vale lançar uma luz sobre como iniciar.

Então aqui vai:

Estabeleça uma meta

Se você quiser se comprometer, então você precisa de um alvo para atingir. Uma direção para onde ir. Por isso, a meta é importante. Dá um propósito.

Se você nunca fez isso antes, procure uma meta de 5km. Seu objetivo talvez seja apenas completá-lo sem parar, ou fazê-lo em menos de meia hora – não importa, desde que você trabalhe para atingir esse objetivo.

Se você é um pouco mais experiente e só precisa de um novo impulso, entre na corrida mais longa. Alcance seu objetivo – então entre imediatamente em outro.

Siga um plano

Não basta ter uma meta. Você precisa pensar em como vai fazer. Então trace um plano. Defina um dia e um horário para se dedicar a isso, busque um profissional para lhe ajudar, baixe um aplicativo. Faça algo que coloque estrutura no seu treino.

Em breve poderemos falar mais sobre isso. Dar dicas de como buscar um bom profissional, como criar uma planilha de treinos e os melhores apps. Mas mantenha em mente: o principal é que funcione PARA VOCÊ.

Encontre seu estilo

Encontrar o que torna o correr agradável para você não é a tarefa mais fácil. Se você não sentir algum tipo de prazer e correr for um sofrimento, você não vai continuar. Então, se o seu negócio é passar aquela meia hora no sábado de manhã em um belo parque, com heavy metal no fone de ouvido, vai fundo. Se, por outro lado, seu esquema é tentar superar competidores em provas (se é isso que o motiva), então é isso que você deve fazer.

Obtenha o equipamento certo

A corrida não é um esporte caro – uma vez que você tenha um equipamento básico. Mas certifique-se de que é o equipamento certo. Encontre uma boa loja especialista em corrida perto de você e peça para analisar sua passada.

Seu tênis deve estar adequado a sua forma de pisar, ou você pode enfrentar dores que irão desestimular seu treino. Roupas pesadas podem tornar o esporte desconfortável. Então converse com profissionais e tente moldar um kit básico para seu treino. Não precisa ser algo caro, mas deve trazer o mínimo de conforto.

Ouça seu corpo

Desculpe soar como um hippy, mas ouça e aprenda a diferença entre uma dor – talvez apenas os músculos se acostumando a todo esse novo trabalho que estão fazendo – e uma dor séria.

Dores que parecem estar “nos ossos”, dores de joelho e canela, podem precisar de uma atenção maior. Pode ser um problema no seu tênis, pode ser algo na sua técnica ou até algo mais grave. Por isso, dê preferência para um acompanhamento profissional. Uma assessoria de corrida sempre vai facilitar sua entrada no esporte e evitar problemas futuros.

Não negligencie outros exercícios

Corrida não é uma atividade apenas das pernas. Envolve o corpo todo. Fortalecer outros músculos dá estrutura para evitar lesões e melhora a saúde geral do atleta. Por isso, não deixe de lado outros esportes.

—————————————————

Então agora é com você – começou recentemente? O que ajudou? Deixe sua opinião nos comentários.

 

Anderson Lange

Especializado em marketing digital, com cursos em marketing esportivo pela ESPM, trabalho com marketing desde os 17 anos. Já fui designer, diretor criativo de agências, planejamento, coordenador e consultor de marketing para diversas empresas. Hoje sou sócio e diretor da PódioMkt. Uma agência especializada em marketing para eventos esportivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *